janeiro 14, 2014

Eu, Anna


Um moderno filme noir, flores história de amor entre protagonistas maduros.
Anna é vendedora em uma loja de departamentos, dedicada avó para a neta Chiara; meio conservadora, se preserva do celular e vive de conversas em meio a cabines telefônicas londrinas. Há um ranço de solidão na vida da sexagenária. “Basta achar uma única pessoa”, diz a recepcionista de um clube para encontros que, desenvolta, Anna frequenta.

2 comentários:

Gustavo Bento disse...

sabe que me decepcionei com o filme?!

Gustavo Bento disse...

sabe que me decepcionei com o filme?!