setembro 23, 2009

Na Cidade Sem Carro

22 de setembro, desde 1997, vem sendo o simbólico dia mundial sem carro. Não estou louca de pensar que, de um dia para o outro, a gente vai se libertar totalmente de ter que ir de carro. Sobretudo num país onde, além de meio de transporte, automóvel tem valor social. Aqui, especialmente, há quem prefira ter um 'carrão' a ter uma casa, embora sequer existam ruas adequadamente pavimentadas. Bem mais apropriados seriam aqueles preparados para rallys... Seja como for, andar de ônibus, de bicicleta ou a pé é impensável. Por razões que nem vale a pena tentar explicar. Qualquer coisa parecida, ainda que remotamente, com “mobilidade sustentável“ é utopia! A falta de opção que me obriga a viver trancada, inclusive num carro, é o que me faz seriamente (re) pensar em não permanecer.

2 comentários:

Edson Freitas disse...

Pra mim, um dia a mais. Nunca usei carro, não é minha praia.

Minha cidade é sempre sem esse instrumento. Benzadeus!

NELMA HELENA disse...

O melhor de tudo é que no dia sem carro os engarrafamentos foram muito maiores....Eita povo "maleducado" !!!